Como funciona uma prova matemática?

O que que dominós têm a ver com uma prova matemática? Você com certeza já enfileirou dominós pra fazer eles caírem em sequência É o famoso e divertido efeito dominó, a queda de um leva à queda do vizinho, e assim por diante até que todas as peças tenham caído

E é esse o princípio por trás de uma prova matemática por indução Se você tem um número infinito de proposições, como que você pode mostrar que algo é sempre verdade? Afinal, não temos como testar a sua veracidade de caso em caso Vamos considerar, por exemplo, a soma de todos os números naturais até um certo ponto Isso é: 1 + 2 + 3 + 4… e assim por diante até um número que vamos chamar de n Esse n pode ser 3, 10, 35 bilhões ou qualquer outra coisa

Você que escolhe Agora, se você pesquisar na internet, você vai encontrar rapidinho que ao invés de somar cada número individualmente você pode simplesmente tacar o n que você escolheu nessa equação aqui pra achar o resultado na hora Vamos investigar com o n sendo igual a 3: 1 + 2 + 3 é 6, que é exatamente o que obtemos com essa nossa fórmula: 3 * (3 + 1) dividido por 2 é o mesmo que 3 * 4 sobre 2, que são 12 meios, o que resulta em 6 Se nosso n fosse 10, teríamos 10 * 11 dividido por 2, o que dá 55 E se você fizer a soma de 1 a 10, é isso que você vai obter

Legal, vimos então que a afirmação funciona pra 3 e 10 Um engenheiro agora já a aceitaria como verdade absoluta, mas vai que colocando nosso n como 35 bilhões o resultado dá errado? E mesmo se desse certo, ainda teríamos infinitos outros números pra testar Nem o computador mais potente do mundo seria capaz de calcular todas as possibilidades, porque as possibilidades são infinitas Precisamos, portanto, do efeito dominó A ideia é a seguinte: se você tem uma longa fila de dominós em pé e você derruba o primeiro, sabendo que um dominó sempre derruba seu vizinho você pode concluir que todos eles eventualmente cairão independentemente da quantidade de peças que você tem

Dessa forma, aplicaremos essa certeza na nossa equação pra prová-la por indução Nossa primeira peça de pé é o número 1, que vai servir como uma base pra nossa prova Experimentamos, portanto, com n sendo igual a 1 A soma de 1 a 1 é 1; e 1 * (1+1) sobre dois é 1 também Perfeito! Derrubamos a primeira peça

Com base nisso, vamos assumir que nossa hipótese é válida pra qualquer n e ver o que acontece com seu vizinho, que é n+1 Se ela for verdadeira, ela deve valer pra n+1 também, já que cada dominó faz o próximo cair em uma reação em cadeia Logo, somamos agora até n+1 ao invés de apenas n Do lado esquerdo, agora temos 1 + 2 + 3… + n + (n+1) Do lado direito, temos a nossa fórmula da base de antes que assumimos ser igual à soma até n e adicionamos o seu sucessor, n+1

Com um pouco de manipulação algébrica e matemágica, chegamos à solução de que a adição dos números de 1 a n+1 é o mesmo que (n+1) * ((n+1) + 1) sobre 2 É exatamente o esperado considerando a nossa premissa, provamos matematicamente que qualquer dominó vai fazer o próximo da fila tombar em todos os casos Muito obrigado por assistir! Se você gostou desse vídeo, eu peço que você se inscreva aqui no Guru da Ciência pra mais vídeos como esse Normalmente eu trago vídeos de ciência da computação ou astronomia, então me deixe saber se algo mais matemático assim é de interesse de vocês gurus também Valeu!

Garanta uma excelente ORATÓRIA, acertando no Português. Português e como falar em público.

Olá pessoal, tudo bem? Estamos de volta Eu sou Francis Nunes aqui no canal KogBauen Transmite, e hoje venho trazer três dicas de Língua Portuguesa para melhorar nossa oratória

Vamos lá então? Se você não fez inscrição no nosso canal aproveite agora, faça sua inscrição, ative o sininho, e você vai receber as notificações dos próximos vídeos É muito comum a gente perceber pessoas com dificuldade na pronúncia de algumas palavras Por isso, separei três palavras que tenho observado com mais frequência na fala de alguns oradores, em reuniões, que a gente faz, em conversas, que eu gostaria de passar pra você agora pra que você não cometa para que você faça uma adaptação ou pra que a gente possa ajudar outras pessoas também nossos liderados Então vamos lá A primeira palavra "opito" Algumas pessoas acabam dizendo o "opito"

Por exemplo, nesse cenário eu "opto" pelo vídeo Então, não existe essa pronúncia; a gente não pode fazer; Ao contrário, a gente vai colocar o "opto" Então, nesse cenário eu opto pelo vídeo, beleza Então essa é uma dica que já dá pra corrigir e melhorar nossa oratória A segunda é "adapito" Então, é meio parecido: pode deixar nesse cenário mesmo que eu me "adapito"

Não existe também A palavra é adapto: pode deixar esse cenário que eu me adapto a isso A gente vê que o assento é aqui no adApto, no segundo A A terceira e última dica que eu trago é a diferença entre perda e perca Não é questão de pronúncia; é uma questão de escolha do fonema, mas que bastante gente apresenta também a dificuldade na hora de quando eu uso um e quando eu uso o outro E aí vamos lá então esclarecer essa dúvida

O perda é um substantivo e nós vamos usar uma frase parecida com essa: Talvez tenhamos uma PERDA de resultado Quando a gente está usando em forma de substantivo, ele é perDa com D E o outro ele é verbo Perca é verbo e aí a gente vai usar:pode ser que a gente PERA algum resultado Então, pra deixar um pouco mais claro isso, se der ainda alguma dúvida a gente pode recorrer ao uso do artigo

Antes de substantivo a gente coloca artigo Então aqui, por exemplo, nós temos um artigo antes do PERDA, que é substantivo Então, você sempre vai ver isso: se for construir uma palavra que vai caber um artigo antes, então não posso usar perca, porque perca é verbo e não tem artigo antes, é perda Pode ser que a gente perca resultado Ou, talvez a gente tenha uma perda, beleza? Espero que tenha gostado desse vídeo

Se gostou dê um joinha pra gente Apoie esse vídeo aqui A gente vai ficar muito feliz feliz com seu apoio Compartilhe esse vídeo também com algum amigo, com algum conhecido Vamos ajudar outras pessoas também a resolver os problemas de português e de oratória

deixe seus comentários aqui se você quiser deixar um comentário também, sugestão de temas para a gente trazer pra você, pode deixar que nós vamos trazer o vídeo pra você, tirar sua dúvida, porque esse canal foi criado pra você Aproveite: se você não fez ainda, faça sua inscrição no nosso canal e ative o sininho para receber a notificação dos próximos vídeos, tudo bem? Hashtag foco na ação fé no resultado Nos vemos por aí e lembre-se: – você é responsável por seu sucesso Tchau!

Língua portuguesa e oratória: língua materna decide uma boa apresentação?

Alguns dias atrás, eu vi uma apresentação de um pregador, um simples pregador que estava num grupo fazendo uma pregação, falando de Jesus, falando das crenças que ele tem e de quanto isso é bom para a vida dele E o que eu observei? Observei que todo mundo ficava prestando atenção nesse orador, em tudo o que ele falava

E eu comecei a perceber o que fazia as pessoas a se interessarem tanto pelo que ele estava falando, até porque, na parte da Língua Portuguesa, ele não obedecia a norma culta Ele realmente não tinha, dava pra perceber, que ele não tinha um grau de instrução muito alto a ponto de dominar a norma culta e fazer a sua apresentação Mas, por outro lado, estava todo mundo prestando atenção e acompanhando a sua apresentação Ele foi realmente brilhante Esse apresentador foi fantástico e cumpriu a sua missão em fazer aquela apresentação

Olá pessoal, tudo bem? Eu sou Francis Nunes Estamos aqui de volta no nosso canal KogBauen Transmite, e hoje o assunto é o oratória Vamos falar de oratória? Muitas pessoas me procuram preocupadas com o português, acreditando que a língua portuguesa é o mais importante, que usar a norma culta é a condição mais importante para você ser um orador de sucesso Nós precisamos sim aperfeiçoar o uso da língua e fazer a adaptação para os grupos sociais para que a nossa comunicação seja perfeita, pra que a gente consiga alcançar o outro Mas a língua portuguesa não é o fator primordial para você ser um bom orador

Mais do que a língua portuguesa é preciso ter energia, uma energia boa, uma energia contagiante É preciso ter carisma também, é preciso criar uma conexão como público Isso é mais importante do que a língua portuguesa É preciso também dominar o assunto que você vai falar, por isso, vai para a ação! Começa agora mesmo, não fique esperando por técnica tal ou por dominar a norma culta Vai pra ação

Inicie a sua exposição porque é assim com treino, muito treino que você vai se tornar esse extraordinário orador Então fica essa dica pra você Se você gostou deste vídeo, compartilhe com seus amigos Gostou? Também dá um joinha pra gente aqui Ajuda a gente apoiando esse vídeo

Faça a sua inscrição no nosso canal se você não fez ainda e ative o sininho para receber as notificações dos próximos vídeos espero que tenha gostado #FocoNaAçãoFéNoResultado Nos vemos por aí e lembre-se: – você é responsável por seu sucesso Tchau!

Aula de Língua Portuguesa – Como fazer uma boa Redação! Curso Português Play

oi um bom dia boa tarde boa noite ou madrugada para você estudante do agora vou aprender com curso online do professor hoje na aula de redação vamos aprender alguns dos conceitos básicos que são importantíssimos para você excelência vamos contar a ninguém que seria uma frase é toda anunciado tenha sentido frazão é um conjunto de palavras com uma imagem pode ser um traço gesto pode ser uma frase uma única palavra oi é uma raça frase é toda anunciado inter sentir nominal e verbal que no final é que não apresenta um caso ea estrutura verbal e não verbal já apresenta o verbo dentro do conteúdo qual é o ideal uma nação frazier ball frase nominal o ideal é a frase verbal uma frase no brasileiro o bom dia para você meu grande amigo isso é uma frase no final não tenha leto velho na em sua construção uma frase aos eua em um ano você você é muito importante você é mais do que vencedor percebeu qual é o ideal para uma redação paul frazier nominal com todos os setores o deral a às redacções é você digita a verbatim gente som de um disco né um parágrafo de uma fase também que apresenta é velho coração s nossa está aqui relacionado à má fé a oração é o início ao todo final e dentro deste ponto até este ponto tem que apresentar lá amigo velho a inove a quantidade período o que o período a quantidade no caso e de verba pelo desde o início de uma oração álbum final do campeonato vai falar sobre um veículo cinco sobre o composto o início ao final e limita também o período desde esse período eu tenho uma oração eu posso ter pelos corações chamar no caso é diferente no simples e período composto do simples é quando eu tenho apenas uma oração ou seja conversa legal e eu de bom gosto é quando eu tenho mais de uma oração com a ajuda na constituição pedra frasal agora qualquer louie a ideal para redações é o número cinco o período composto por 12 dicas uterina é mera importante para nós e central dirigir uma nação um breve período os compostos por que meu deus fica bem mais articulado bem mais 4 e vai te ajudar também na argumentação os seus dados e também vi querer 150 é meu professor fala as curtas objetivos não confunda o uso de e do composto tá com frases objetivos a fifa também perito como o ceará ficava falando não entrou com força na estrutura fazer o melhor mas bem articulado falaram no final ponto eu estava doente pólo fiquei em casa tenho três períodos aí período simples legal em do simples agora vou transformar os três períodos em uma hora um período composto não tinha aula pois estava doente love que em casa não é o melhor ou não foi à aula pois estava doente love que em cada ponto final percebeu o início ao final e tem período da inal esse período é chamado período composto eu tenho contra as orações três corações ficou claro presta eo pelo período composto por um senhor que ficará bem mais a articular a link em nos coletivos as conjunções dos articuladores que vão ajudar com certeza até progress como temática a crescer a trazer novas informações por meio desses conectivos ficou claro se não consegues baixo só para você entender que eu tenho está assim devem apresentar sentido quadro sempre e depois eu tenho um período que é o período com busca o ideal para as redações e sempre quando for fazer uma casa procure fazer isso g o primeiro objetivo é o objeto é os dois ao mesmo tempo junto o professor comprou dois anos na ilha é na fé é a esquecido o dinheiro em casa ponto final pensei olha que legal em um trabalho esta estrutura sujeito verbo complementa o paypal hoje a directora que a directora que numa ainda coisa colocada junto de make up isto seja uma estrutura legal adequada para a relação coloca o brinco tecnológicos estão continuando depois fecha tudo bem depois que o walter é importante saber gramática não existe aquela versão para wii super bem e eu não sei gramática nada de verdade é mentira não tem hoje uma matéria se encaixa na outra bem explicado a gente ficar em branco que 40 ó espero que tenham gostado até a próxima