Trabalho Línguas Portuguesa/Inglesa

Olá garotas Tudo certo? Hoje eu estou fazendo uma xícara de torta de Banoffee

Assim, o banoffee, originário da Inglaterra, requer banana, doce de leite, manteiga e chantili, que é feito de creme de leite Agora Leandro nos apresentará ao resto dos ingredientes "Suspiro", biscoito de milho, canela, banana, manteiga, doce de leite, creme de leite e, finalmente, a máquina de triturar Olá Eu vou te ensinar como preparar a massa

Primeiro, esmague as bolachas Primeiro, coloque a manteiga na massa e misture Em seguida, corte a banana em pedaços com quase 1 dedo de comprimento Agora, como não estamos usando chantili, use uma colher de chá de creme de leite e outra de "doce de leite" Com a farinha pronta, assim Primeiro, a primeira camada de creme

A primeira camada seria feita de farinha Depois disso, uma colher de chá de "doce de leite" Depois do doce o leite, coloque a banana Em seguida, coloque o creme Depois disso, adicione canela

Não coloque esta bela obra de arte na geladeira por alguns minutos

Trabalho de língua portuguesa "A gata do Rio Nilo" e " The Pictures of Dorian Gray"

Meu nome é Gabriel Abdalla, e vim aqui para fazer uma comparação entre o livro "The Foto de Dorian Gray e 'O Gato do Rio Nilo', trabalho solicitado pelo Professor Rita da componente portuguesa, o livro "Picture of Dorian Gray" conta a história de um jovem chamado Dorian, que quer continuar com sua beleza, então ele pergunta a um pintor chamado Basil para pintá-lo, transferindo sua aparência real e sua velhice para a foto permanecendo bonita por muito mais tempo, e o livro "O Gato do Rio Nilo" conta a história de Victor Alexandre, um jovem que acaba indiretamente envolvido em um assassinato, que ele tem que esconder de seus parentes e conhecidos, e o livro também, como diz o título, a história de um gato e a vida de seu ancestral Os dois livros têm os protagonistas que se escondem seus segredos, bem como ter a história contada a partir de várias perspectivas diferentes ao longo suas narrativas, dando ao leitor a possibilidade de conhecer os outros lados da história, o grande segredos de Dorian e Victor Alexandre acabam afetando-os e a direção de suas vidas e de alguns personagens dos livros, sendo eles Dalmo que acaba assassinado a sua esposa pela influência de Victor Alexander e do Basil que acaba sendo afetado por Dorian, já que não conhecia os segredos da pintura

Também tem caráter Epaminondas e o personagem Lord Henry, sendo que acabam influenciando os personagens principais, bem como quando o Epaminondas influência Victor Alexander em relação de Dona Glorinha e Naná, e Lorde Harry que acaba influenciando Dorian falando sobre o suicídio de Sybil Vane, dizendo que não era culpa de Dorian, mas a culpa da garota Dalmo e o Basil são os personagens afetados, porque Dalmo acaba sendo afetado pelo Victor Alexander fazendo-o matar sua esposa, e o Basil é afetado quando o Dorian acaba não envelhecendo porque sua velhice foi transferida para a pintura pintada pela próprio manjericão Podemos comparar os finais das histórias com a morte de Dorian e Dalmo morte, porque o verdadeiro Dorian já estava morto antes de seu suicídio, assim como Dalmo já declarado morto porque ele estava sendo envenenado gradualmente por sua esposa que havia morrido E a conclusão que podemos tirar disso é que suas ações, especialmente as ruins, vai afetar como a sua morte vai acabar como você vai acabar, porque as ações de Dorian acabaram matando-o porque ele era malvado e eventualmente o corrompeu fazendo-o sentir-se culpado até o ponto de se matar, e Dalmo sendo levado pelo discurso dos outros, aceitando tudo o que as pessoas dizem sem pensar, acaba se tornando um assassino lutando com sua esposa e causando seu próprio envenenamento, por simplesmente não ter suas próprias opiniões E essa foi o projeto, muito obrigado por assistir

Trabalho De Matematica 1U1

segundo bimestre alunos enrico siqueira e lucas matos para começar iremos fazer a leitura da questão 4 logo apos iremos fazer a analise respondendo algumas perguntas que é necessário saber para ajudar a realizar o exericico em alguma prova , algum lugar em que voce estiver fazendo o exercicio (Questão 4) uma cadeira tem o assento na forma deu um quadrado, suponhamos que uma formiga partindo de um dos cantos na cadeira , andou três metros para contornar todo o assentoQual é a área do assento da cadeira ? como nos ja lemos o enunciado não iremos voltar a ler mas para reforçar deixamos a foto do enunciado logo a cima então nos iremos responder algumas perguntas necessarias para fazer a analise primeira pergunta qual é o contexto do problema? o contexto do problema e de um assento na forma de um quadrado que uma formiga saiu de um dos cantos e andou tres metro para contornar todo o assento qual o comando da questão ? o comando da questão é qual a area do assento da cadeira

qual deve ser a unidade de resposta ? a unidade de resposta deve ser em metro quadrado por se tratar de area qual ou quais conteudos necessarios para resolver a questão ? os conteúdos necessários são área e perímetro de quadrado e por fim Encontre uma referencia na internet que ajuda na resoluçao eu e o lucas encontramos um site que explica bem a area e perimetro de quadrado e ele esta bem detalhado , então nos vamos la falar um pouco sobre o assunto colocamos o que achamos mais impactante para entender o perimetro e area do quadrado o perimetro do quadrado é calculado da seguinte forma por conta dos lados serem todos iguais voce faz a soma de todos os lados L+L+L+L ou P=4L E a formula da area é simples voce faz lado vezes lado que seria area igual a lado vezes lado agora a resolução do problema o problema tem um assento na forma de um quadrado e aqui pegamos esse quadrado para representar o assento no problema uma formiga saiu de um dos cantos dos cantos do assento e percorreu todos lados do assento até voltar no mesmo ponto e nesse percurso a formiga andou 3 metros então ela passou por todos os lados então seria L+L+L+L=3 metros O problema quer saber a area do assento e nos não conseguimos saber a área sem o lado do quadrado e por se tratar de um quadrado fica fácil depois que sabemos que o perímetro é 3 metros como todos lados são iguais temos que apenas fazer tres dividido por 4 (quantidade de lados) o resultado dessa conta é igual a 0,75 apos descobrir o lado fica fácil, temos que apenas aplicar a formula da área que é area igual a lado vezes lado aplicando a formula fica 0,75 vezes 0,75 que é igual a 0,5625 metro quadrado por conta que é uma area valeu essa foi a resolução VALEU AE GALERINHA

trabalho matematica 2 Caue e Pedro

FALA TIME DE BOA! Eu e o Cauê, a gente vai fazer uma questão aqui que foi proposta em um dos nossos simulados e vamos ler agora o enunciado dela UPE-SSA: um sólido foi construído removendo-se se um cubo menor de um cubo maior como mostra a figura a seguir, se a diferença entre as medidas das arestas dos cubos é de quatro centímetros e a medida do volume do sólido é de 208 centímetros cúbicos qual a medida da área lateral da superfície de um solido? OK, com isso podemos perceber que as informações as informações importantes são a aresta do cubo menor é igual à X, e a do cubo maior é igual à X+ 4 e também que o volume de um cubo é igual a aresta ao cubo ou seja fazemos X + 4 ao cubo – X ao cubo igual a 208 centímetros quadrados; para saber quanto que é a aresta, na verdade é para saber quanto o X ,ou seja X + 4, mais quatro vezes X, mais quatro vezes X + 4 – X ao cubo é igual 208 centímetros cúbicos fazendo e distributiva desses 2 (X+ 4) temos X ao quadrado mais 4 x mais 4X + 16, como a gente sabe que 4X + 4X vamos simplificar e colocar direto 8x, 8x + 16 é o resultado desses dois( X+4), resultado da distributiva vezes (X+4), – x ao cubo, igual a 208 centímetros cúbicos vamos fazer agora a distributiva desses dessa expressao aqui, com (X+4) ou seja temos X ao cubo mais 4x quadrado mais 8x quadrado mais 32x mas 16x mais 64 – x ao cubo é igual ao 208 centímetros cúbicos ou seja simplificando cortamos os X ao cubo fazemos 12X ao quadrado mais 48 x – 144 porque já passamos o 208 pra cá ele ficou menos isso é igual a zero vemos que todos esses são múltiplos de 12 ou seja simplificamos, apos simplificar por 12 ficaria X ao quadrado mais 4 x -12 igual a zero ou seja o A é igual a um, B é igual a quatro e os C igual a menos 12 fazendo o delta normalmente né seria 16 menos quatro vezes, vezes menos 12, seria 16 mais 48 que é igual a 64 nosso delta 64, partindo para a parte de baixo seria menos quatro mais ou menos oito sobre dois, tendo os resultados 4 sobre dois e qual a 2 e (- 4 – 8) = – 12 sobre dois é igual ao menos seis como a gente sabe que menos seis não dá pra ser uma das medidas porque o número negativo ou seja descartamos essa possibilidade temos que então o X vai ser igual a 2 ou seja aresta do cubo maior será 2 + 4 que é = 6 e com isso já sabemos como vai ser pra gente calcular a área lateral né a área lateral então será quatro vezes a aresta ao quadrado

Jovens e a Tecnologia – Memes – Trabalho de Português

memes esta é a nova moda entre jovens eles passam horas em frente à tela do computador e do celular josé passa oito horas por dias vendo memes e interagindo nas redes sociais com seus amigos virtuais bom a gente só tem que ir pra escola né, não tem emprego, não tem namorada e não tem vida social, memes são imagens ou vídeos engraçados que viralizam nas redes sociais Ó o gás olha o Irineu, você não sabe, não sabe nem eu Raça Negra Já olhou pra alguem e pensou, o que passa na cabeça dela? sim, sim, sim, sim, voto contra o impeachman Tiririca seu voto, Sim Calma gente eu to emocionado Não Rede Globo mentirosa Sim Você é um gangster Não, Sim Sim churrasqueira controle remoto, aperta número 1 liga ligou puxa vida e agora pra desligar essa merda poha ligou, e agora, desliga, tá pegando fogo bicho, chama os bombeiro lá a maioria dos seus amigos são virtuais ou são da vida real? são virtuais né porque eu quase não saio de casa o seu humor é influenciado por coisas que você vê na internet? sim quando geralmente quando assisto memes no youtube quanto tempo você passa mexendo em seu celular? umas três horas por dia você se considera uma pessoa viciada na internet? viciada viciado não sei se o termo mas quando fica um breve tempo sem senti falta seja pra trabalho ou seja até fazer pra redes sociais sem faltas em ter certa forma um pouco inchado acho que sim a internet atrapalha sua vida? não você viveria no mundo sem internet nos dias de hoje? eu acharia muito difícil porque ia melar todos os esquema com as meninas o uso abusivo das novas tecnologias está prejudicando os adolescentes as novas tecnologias são boas porém tem que ser usados com moderação baby baby do baby do biruleibe?

PARÓDIA- SONHO (One Kiss, Dua Lipa) TRABALHO DE LÍNGUA PORTUGUESA

MESMO QUE O MUNDO QUEIRA TE DERRUBAR NÃO LIGUE E SIGA EM FRENTE PULE OS OBSTÁCULOS DO CAMINHO ATÉ A PORTA ONDE SEU SONHO TE ESPERA SE ESFORCE PORQUE NADA VEM DE GRAÇA NÃO DÊ OS SEUS OUVIDOS AS PESSOAS QUE QUEREM TE FAZER DESISTIR SE SONHO COM ALGO APENAS LUTE E FAÇA VAI SE LEMBRAR QUE A LUTA VALEU A PENA SE VOCÊ ACHA IMPOSSÍVEL NUNCA ACHE ISSO VOCÊ É FORTE, SIM E VAI CONSEGUIR EU TENHO TODA A CERTEZA QUE VOCÊ VAI SER MUITO FELIZ O SUCESSO ESTÁ TE ESPERANDO VÁ EM FRENTE VÁ SE ESFORCE PORQUE NADA VEM DE GRAÇA NÃO DE OS SEUS OUVIDOS AS PESSOAS QUE QUEREM TE FAZER DESISTIR SE SONHA COM ALGO APENAS LUTE E FAÇA VAI SE LEMBRAR QUE A LUTA VALEU A PENA SE VOCÊ ACHA IMPOSSÍVEL NUNCA ACHE ISSO VOCÊ É FORTE, SIM E VAI CONSEGUIR ELE ESTÁ TE ESPERANDO ACREDITE EM MIM AGORA SE ESFORCE PORQUE NADA VEM DE GRAÇA NÃO DÊ OS SEUS OUVIDOS AS PESSOAS QUE QUEREM TE FAZER DESISTR SE SONHA COM ALGO APENAS LUTE E FAÇA VAI SE LEMBRAR QUE A LUTA VALEU A PENA SE VOCÊ ACHA IMPOSSÍVEL NUNCA ACHE ISSO VOCÊ É FORTE, SIM E VAI CONSEGUIR

Trabalho de Língua Portuguesa sobre oração subordinada substantiva subjetiva (2015)

Olá, pessoal Tudo bem? Meu nome é Felipe Pesses… e hoje eu estou aqui pra reforçar o conteúdo das orações subordinadas substantivas subjetivas

Relembrando… Oração, aquela frase que possui um verbo Subordinada é aquela que vai modificar a oração principal E substantiva é aquela que pode exercer a função de sujeito, objeto direto, objeto indireto, predicativo do sujeito, complemento nominal e aposto A oração que veremos hoje é a subjetiva, ou seja, a que exerce a função de sujeito da oração principal Antes disso, eu vou mostrar como identificar se a oração é ou não substantiva

Se ela for substantiva, a gente pode trocá-la por um pronome substantivo “isto”, “isso” ou “aquilo” Veja o exemplo: “É óbvio que estudei para o teste” É óbvio isso Fez sentido Então, ela é uma oração substantiva

Vamos para o primeiro exemplo: “É fundamental que você compareça à reunião” “É fundamental…” “É”, verbo “ser”, verbo de ligação “É fundamental”, oração principal É fundamental isto Então, ela (“que você compareça à reunião”) é substantiva

Ela tá exercendo a função de sujeito? Tá, claro Por quê? Porque “É fundamental” não tem sujeito Então, ela (“que você compareça à reunião”) tá exercendo a função de sujeito Então, ela é uma oração subordinada substantiva subjetiva Próximo exemplo: “Consta que as contas de água e luz já foram pagas”

“Consta”, oração principal “que as contas de água e luz já foram pagas” tá exercendo a função de sujeito? Tá, claro Porque “Consta” não tem sujeito Então, ela (“que as contas de água e luz já foram pagas”) tá exercendo a função de sujeito Então, ela é uma oração subordinada substantiva subjetiva

Agora, nós veremos as características dessas orações, das orações subjetivas A primeira característica é que, na maioria das vezes, essa oração é introduzida por um verbo na 3ª pessoa do singular A segunda característica é que ela pode ser introduzida por expressões na voz passiva E a terceira característica é que ela pode ser introduzida por um verbo de ligação acompanhado de um predicativo Vamos ver um exemplo de cada característica

Primeiro exemplo: “Convém que não se atrase na entrevista” “Convém”, verbo na 3ª pessoa do singular “Convém” é a oração principal “que não se atrase na entrevista” tá exercendo a função de sujeito? Claro que tá Porque “Convém” não tem sujeito

Então, já que tá exercendo a função de sujeito, tá concedendo um sujeito pra oração principal, ela (“que não se atrase na entrevista”) é uma oração subordinada substantiva subjetiva Próximo exemplo: “Sabe-se que Thais não gosta de Lucas” “Sabe-se” é uma expressão na voz passiva Ao mesmo tempo, ela é a oração principal “que Thais não gosta de Lucas” é o sujeito da expressão na voz passiva

Tá exercendo a função, tá concedendo um sujeito pra oração principal Então, ela é uma oração subordinada substantiva subjetiva Próximo exemplo: “É bom que você compareça a minha festa” “É”, verbo “ser”, verbo de ligação “É bom”, oração principal

É bom isto Então, ela (“que você compareça a minha festa”) é substantiva Se ela é substantiva, esse “que” atua como uma conjunção integrante “que você compareça a minha festa” tá exercendo a função de sujeito? Claro Porque “É bom” não tem sujeito

O que que é bom? Que você compareça a minha festa Então, ela (“que você compareça a minha festa”) é uma oração subordinada substantiva subjetiva Agora, vamos ver as duas conjunções integrantes mais utilizadas nas orações subordinadas substantivas Quando que eu devo usar o “que” ou o “se”? Nós utilizamos a conjunção integrante “que” quando a gente tem certeza, quando o verbo tá exprimindo uma certeza E a conjunção “se”, o inverso, quando você não tem certeza, uma incerteza

Veja o exemplo: “Já sei que você não vai participar” Eu tenho certeza, eu tenho certeza de que você não vai participar Eu não tenho tenho dúvida alguma de que você não vai participar Por isso, utilizamos a conjunção integrante “que” “Não sei se ele vai participar

” Eu tô com dúvida se ele vai participar ou não Eu não sei Eu… eu tô indeciso Isso é uma incerteza O verbo tá exprimindo uma incerteza

Por isso, utilizamos a conjunção integrante “se” Agora, vamos para um primeiro exercício Marque as alternativas em que as orações subordinadas substantivas foram subjetivas “Logo percebi que não teríamos liberdade” “Logo percebi / que não teríamos liberdade

” Bom… Pronto Logo percebi O que que eu logo percebi? Que não teríamos liberdade Subjetiva e pronto Marca

Não, calma Vai com calma Não é porque o sujeito tá implícito na frase que ela é subjetiva Olha, tem um sujeito oculto aí, o sujeito “eu” Eu logo percebi que não teríamos liberdade

Então, ela (“que não teríamos liberdade”) não é subjetiva Próxima frase: “Não se sabe se o presidente virá a solenidade” “Não se sabe / se o presidente virá a solenidade” “se o presidente vira a solenidade” tá exercendo a função de sujeito Por quê? Porque não se sabe, o que é que não se sabe? Não tem sujeito

Tá exercendo a função de sujeito Então, marcamos, porque ela é subjetiva Próximo exemplo: “É bom que estejas aqui bem cedo” “É bom / que estejas aqui bem cedo” O que que é bom? Não sabemos

Então, ela (“É bom”) não possui sujeito Então, “que estejas aqui bem cedo” está exercendo a função de sujeito da oração principal Então, ela é uma oração subjetiva Então, marcamos Bom, pessoal, isso foi uma revisão rápida das orações subordinadas substantivas subjetivas

Espero que você tenha gravado, entendido, compreendido mais esse conteúdo e até a próxima