Cabo Verde X Portugal, Língua Crioula Parte 1

olá pessoal e amigos mas um vídeos aqui no canal cabo verde nunca esteve tão perto de portugal porquê porquê? porquê hoje vais aprender as expressões caboverdianas tipo e então vem comigo e vem aprender as expressões eu tu ele/ ela nós vocês eles/elas eu estou aqui tu estás ali eu gosto de ti eu amo-te eu beijo-te nós queremos eu apanhei-o tu que és a minha dor o meu doce amor acabou o video ? click neste, click neste da gosto, subscreve

Diferenças entre português do Brasil e de Portugal – Aprender português – Eu e meu professor

Marcel: Olá Pessoal! Tudo bem? David: Olá! Tudo bem pessoal? Marcel: Hoje eu “tô” aqui com um companheiro de trabalho, o David O David é professor de português também

Se apresente! David: Efectivamente Eu chamo-me David Eu sou espanhol mas sou professor de português para hispano falantes Marcel: Exato! No vídeo de hoje nós vamos falar sobre diferenças entre o português do Brasil e o português de Portugal Até já! David: Até já! David: Queria perguntar ao Marcel, queria aproveitar que estou aqui no teu canal para saber se tu também tinhas dificuldades, ou tens agora, em perceber o português europeu, ou… Marcel: Eu, neste momento, eu não tenho… eu entendo 99,9% do português europeu porque eu também trabalho com Portugal ou seja, não é só por isso

Mas eu reconheço que a primeira vez que eu escutei o português de Portugal, o primeiro contato, foi… é… isso é português? (risadas) Isso é russo ou é português? (risadas) David: Efectivamente É certo que o sotaque é diferente Acho que também, para os estrangeiros que aprendemos português, o sotaque brasileiro é um bocadinho mais fácil porque as vogais são mais abertas e penso que o português europeu, pronto, as sílabas tônicas marcam muito fortes e as átonas, aquelas que se marcam antes ou depois, às vezes não se ouvem Então muitas vezes acontece como na palavra “chocolate”, que na escrita é praticamente igual, mas praticamente “chocoLAT” Marcel: E no Brasil seria “chocolaTCHI” “ChocolaTCHI” vs “ChocoLAT”

David: Acho que vocês abrem mais a boca e, se calhar, pronunciam um pouquinho mais devagar, e mais também com todas as vogais mais ou menos com a mesma duração O caso é que isso dificulta porque no português europeu, normalmente, percebem o sotaque do Brasil, acho que por um lado porque vê-se muitas novelas, os filmes, muita música E também acho que as vossas vogais já estão no português europeu e as do português europeu , que são mais fechadas, não estão no português brasileiro… Marcel: não estão no português brasileiro David: Exatamente, tal e como acontece com o espanhol, neste caso Marcel: Com certeza, um pouquinho do que acontece com o espanhol da Espanha e da América Latina

David: Dentro da língua, acho que também há tantas palavras que chegam a ser tão tão diferentes, ou para além, se calhar, de algumas que já conhecemos… Marcel: Com certeza! Por exemplo, uma que sempre me chama a atenção, de fato, quando eu estive em Lisboa, é uma palavra que sempre me chamou a atenção, que é o “AUTOCARRO” David: Ah! O “autocarro” Marcel: O “autocaRRo”, com sotaque português E para mim é o “ÔNIBUS”, ou seja, “autocarro” em Portugal e o “ônibus” (no Brasil) Sempre que eu escuto o “autocarro” eu imagino um carro dirigindo sozinho sem nenhum piloto

(risadas) David: Exatamente Eu por exemplo, uma palavra que acho que também na Hispano América igual, se calhar tem aí uma influência é: “CELULAR” O “celular” parece que não faz muito sentido Parece que “TELEMÓVEL”… como um telefone que pode ser móvel… né? Parece que… por exemplo, o “ruim”… “muito ruim” ou “legal”… Marcel: Legal… o “LEGAL” no Brasil, o “GIRO” ou “FIXE” em Portugal, isso também é muito interessante… David: Por exemplo, em Portugal, há uma expressão muito dita, assim, na linguagem coloquial, é “bueda fixe”… é como “muito legal”… é “bueda fixe”… Marcel: Essa eu não conhecia David: Por exemplo também, uma que é muito divertida, eu que estou sempre a trabalhar com o computador e as vezes tenho que colocar “ecrã completo”… Marcel: Ecrã… é outra palavra que eu conhecia

A primeira vez que eu escutei “ECRÔ na minha vida, eu falei: “O que será que é o ecrã” E o ecrã, para a gente no Brasil é a “TELA” A “tela do computador”, em Portugal seria o “ecrã do computador” David: Realmente… até parece que é uma palavra de origem francesa, eu realmente não faço idéia, mas às vezes o português também pega… Bom, depois também, uma questão que também achei muita piada é como vocês pronunciam algumas palavras do inglês, por exemplo, o “facebook”, né? Marcel: “FaceBUKI” (facebook) David: Não existe também o “wifi”? Isso é igual? Marcel: Isso é igual

David: Tá bem, porque eu já tinha ouvido… Marcel: O “wifi” a gente fala igual David: É tudo bem… em Espanha nós aqui dizemos “wifi”

Marcel: “wifi” (uaifai)… no espanhol da Espanha, o “wifi” (uaifai) é “a wifi”(uifi) David: É… temos uma aí… uma tendência também, pronto, a colocar a fonética do espanhol Normalmente… pronto… “¿Donde está el wifi?”… Como? Não estou a perceber… Marcel: “Wifi” não! “Wifi” (uaifai) Marcel: Outra palavra que a gente achou em comum é o “chope”

No Brasil, bebe-se muita cerveja e o “chope” é a cerveja que sai da torneira, ou seja, do barril Não é? E “chope” em Portugal, como é que se diz? David: Depende da região, no norte as pessoas dizem “fino”, “um fino” Em Lisboa, por exemplo, Coimbra, já mais no Sul, dizem mais “uma imperial” Em Portugal também há muita cultura de cerveja Marcel: Com certeza! Então “CHOPE” no Brasil, “IMPERIAL” no Sul de Portugal e “FINO” no Norte de Portugal

David: Exatamente Marcel: Agora, falando de futebol No Brasil, um “TIME DE FUTEBOL” e em Portugal… David: Uma “EQUIPA”… uma “EQUIPA DE FUTEBOL” Marcel: Aí muda até de gênero O TIME

A EQUIPA David: Efetivamente E pronto, dentro do futebol também há outra palavra, que pronto, “o GUARDA-REDES”, a pessoa encarregada de tentar que a bola não entre dentro da “BALIZA” Marcel: Na Baliza… no Brasil seria “o GOLEIRO” que se encarrega de que a bola não entre no “GOL” David: Ahh… olha, isso eu não sabia

Eu sabia “o goleiro”, tinha ouvido, mas já não tinha entrado tanto… Marcel: o gol… o gol David: E por exemplo também, os meios de transporte Já tinha falado de “autocarro”, né? Então, também há outra… é… nós dizemos “COMBOIO”… Marcel: …e nós falamos “TREM”

David: Ahh… Marcel: “O TREM” no Brasil e “O COMBOIO” em Portugal David: Exatamente A “estação de comboios”, então para vocês… Marcel: a “estação de trens”… David: Ah olha… Marcel: “A estação de ônibus” e a “estação de autocarros” David: Exatamente A de autocarros ou a “rodoviária”, inclusive… Marcel: Rodoviária também (no Brasil) David: E por exemplo também, um meio de transporte muito típico de Lisboa é “O ELÉTRICO” Por exemplo, se alguém for a Lisboa, não se esqueça de apanhar o elétrico número 28… Marcel: O número 28 e que eu estive… E o elétrico em Lisboa seria “O BONDE” no Brasil

David: Se foste à Lisboa, imagino que alguma vez foste a um restaurante, e se calhar, pediste lá “A EMENTA” Acho que no Brasil vocês dizem “O CARDÁPIO” Marcel: O cardápio David: Pronto, em Portugal nós dizemos “a ementa” Marcel: “EMENTA” em Portugal e “CARDÁPIO” no Brasil

Lá onde tá tudo o que você pode pedir Marcel: Outra diferença engraçada é: no Brasil nós vamos no “BANHEIRO” e em Portugal? David: Em Portugal é “CASA DE BANHO” Onde é que fica a casa de banho? Marcel: A casa de banho e no Brasil seria o banheiro Outra coisa mais: no Brasil “O CAFÉ DA MANHÔ… David: Exatamente Em Portugal “O PEQUENO-ALMOÇO”

E por exemplo também, dentro do pequeno almoço eu posso tomar um “SUMO” de laranja, e acho que no Brasil… Marcel: Seria o “SUCO” de laranja “SUMO” em Portugal e “SUCO” no Brasil Marcel: Bom pessoal, hoje a gente falou sobre o português do Brasil e o português de Portugal Diferenças… eu falei com o David, o David falou comigo, nós falamos juntos… David: Exatamente, eu sempre recomendo falar com alguém mas é certo que, às vezes, falar sozinho é bom como um caso extremo, para praticar, o importante é sempre que pratiquem ao máximo, o português do Brasil, português de Portugal ou inclusive o português da Angola Marcel: Com certeza, qualquer português praticado é bom

E David, quem quiser ajuda com o português de Portugal, pode entrar em contato com você? Pode te localizar? É hora da sua publicidade! David: Sim! É o meu momento! Eles podem seguir o meu blog que é “wwwnosfalamosportuguespt” Aí tem bastantes atividades diferenciadas por nível, por tipo, de músicas, com léxico, gramática… e acho que pode ser de ajuda Eu, pelo menos, é a ferramenta que teria gostado de ter quando eu comecei a estudar o português

Marcel: Com certeza! E eu mando um forte abraço pra todo mundo! David, muito obrigado pela entrevista e um abraço para você também David: Obrigado, Marcel, pelo convite Marcel: Até já! Tchau tchau! David: Até já! Tchau!