A máquina x o homem

Um grupo de estu­dan­tes da Uni­ver­si­dade de Tec­no­lo­gia de Swin­burne, na Aus­trá­lia, inven­tou uma máquina cha­mada Ruby, que con­se­gue resol­ver o cubo mágico, sepa­rando os qua­dra­di­nhos de cada cor em cada face do cubo, em ape­nas 10,96 segun­dos – a marca mais rápida para um robô.

Fun­ci­ona assim: a máquina esca­neia cada lado do cubo, quando uma web­cam e um soft­ware espe­cial apli­cam uma fór­mula de algo­ritmo para encon­trar a solu­ção.

Mesmo assim, quem con­se­guiu resol­ver o cubo mágico mais rápido foi, jus­ta­mente, uma pes­soa de carne e osso. O aus­tra­li­ano Feliks Zem­degs (foto), de ape­nas 15 anos, colo­cou as cores nos lados cor­re­tos em ape­nas 6,24 segun­dos, no Cam­pe­o­nato Kuba­roo Open, em 2011.

*Com infor­ma­ções do site Go To Say

…e resol­vido pelo garoto de 15 anos

Fonte: Go To Say

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *