Matematica I-VIII

Tudo começou no top ten com uma estrela Na primeira aula, matemática, quem é fofo Eu compartilhei muitas maçãs com meus amigos Placa de multiplicação, sem truques Quatro aulas passaram rapidamente, nem esperei Na quinta, a classe numérica racional eu dei Abaixo da linha, todos eles fazem deles um denominador comum Todos os primos, no poder, dizem que você era louco Guiado por critérios de divisibilidade Até eu entrar em desigualdade no sexto ano Quando se trata de ambientes, do mar a pequenos Patrática, aritmética, geométrica, harmônica Cauchy-Buniakovski-Schwarz, euclidiano Eles me fizeram pensar se eu ainda sou Dan Eu tenho que ter mais perspectivas, ângulos 180 graus, sua soma em triângulos Sétima série, coisas reais, verdade Raízes, radicais, fórmulas, cálculo abreviado Demonstrações, teoremas, Pitagora e Thales, Conhecê-los é senso comum, caso contrário é jales Não se sente em seu quadrado, paralelogramo Não é sobre puxar linhas, estamos trabalhando no programa Funções trigonométricas, se elas parecem ser sinusais, Eu tenho tangente a tangente ou apenas cosseno Oito com funções graficamente convertidas Mais tarde, percebi que era fixo no trânsito Máquinas desconhecidas, em um sistema de equações Pontos, retas, planos e relacionamentos entre eles Parallelipiped, pirâmide ou esfera Calculando áreas e volume, sem mistério, eu Você tem que trabalhar duro e trabalhar nas costas Você pode levar dez irmãos à capacidade!

COMO APRENDI O PORTUGUÊS | Libras

A maioria de vocês me perguntou se foi eu quem criou as legendas nos vídeos se foi eu quem respondeu os seus comentários, etc Muitas dúvidas sobre esse assunto, né? Neste vídeo vou responder essas questões e contar um pouco sobre minha experiência com a língua portuguesa

Vamos lá Para quem não sabe nada sobre mim Eu nasci e cresci surdo Como na década de 90, não tinha muita informação sobre Libras muito menos Surdez a primeira língua que eu aprendi foi o português que minha mãe começou a me ensinar aos 3 anos aprendi oralizar com o uso de aparelhos auditivos mas eu não tinha noção dessa língua por isso acabei não me desenvolvendo como uma criança ouvinte eu não ouvia o som produzido pelas palavras então não conseguia reproduzir com exatidão Eu só decorava as palavras e falava que nem papagaio não sabia seus significados não conseguia me expressar com frases espontaneamente mas mesmo assim continuei decorando várias palavras Aos 7 anos, quando aprendi a Libras comecei a entender o português com a ajuda da Libras por exemplo, a professora de Libras apresentava a palavra em português "CHORAR" e em seguida sinalizava em Libras essa palavra e assim por diante, então só dessa forma eu consegui entender melhor a língua portuguesa Depois comecei a estudar conjugação do verbo (passado, presente, futuro, etc) as classes gramaticais do português e até aproximadamente uns 12 anos continuei sem entender a estrutura da língua não entendia como formar uma frase certa de acordo com a gramática Por isso, acabei escrevendo tudo confusão a maioria das pessoas nem conseguia entender o que eu queria dizer Por exemplo

O resultado disso foi que comecei a sofrer bullying por ser chamado de “burro” na escola Meus colegas não entendiam a minha condição E, como eu me tornei fluente em português? Bom, eu não sou fluente, mas conheço o suficiente para me comunicar e como eu consegui isso? Graças às tecnologias digitais! Na época passada eu usava muito o MSN acessava todos os dias depois que chegava da escola só usava para bater papo com meus amigos virtuais (ouvintes) e alguns (ouvintes) que moravam na mesma cidade que eu que não sabiam Libras

Continuei escrevendo tudo confusão ainda Ah, quero agradecer muito a eles pela paciência comigo ficamos horas conversando até madrugada, coisas de adolescentes Aos 16 anos

Num certo dia fiz uma pergunta para minha amiga: mais ou menos assim Daí ela respondeu indiretamente como se quisesse me corrigir Logo me atentei a entender conjugação de verbos percebi que eu estava errando o tempo todo Corri para minha mãe e mostrei frases que fiz para ver se eu escrevi certo ela orientou e me ensinou como escrever corretamente A partir disso, vivia aprendendo mais voltei a estudar as classes gramaticas etc Até hoje não sou fluente como já mencionei mas estou sempre estudando e aprendendo, um dia eu chego lá, né mesmo?! Agora respondendo as perguntas de vocês Gente, sou eu sim quem escreve os roteiros dos vídeos e as legendas feito isso envio para a assessoria [ouvinte] do canal para alguns ajustes Quanto aos comentários esses eu respondo totalmente sozinho, sou só eu e vocês

Quero lembrar que não sou professor de português, estou aqui pelo diálogo, okay? Os surdos não conseguem aprender os conteúdos padronizados na escola têm mais dificuldade do que ouvintes isso já foi mostrado na minha história de vida Então para ensinar e estimular os surdos a se desenvolverem o professor de português precisa observar os surdos no dia a dia saber seus costumes, interesses, assuntos, gostos pessoais, objetos reconhecer as diferenças linguísticas etc Todos os surdos se bem instruídos aprendem como qualquer um vale lembrar que não se trata de dificuldade intelectual e sim de oportunidade! Quem é [email protected] de surdos por favor, compartilhe a sua experiência de ensinar o português aqui com a gente sugestão ou dicas aqui nos comentários É muito importante essa troca de informações!!! Por hoje é isso, espero que vocês tenham gostado do vídeo E não se esqueçam de clicar no “GOSTEI” que me ajuda muito e compartilhem

E mais uma coisa estão participando do sorteio? Quero ver todo mundo lá, hein? E, agora nossa aulinha de Libras em um minuto Semana que vem vai ter uma novidade muito legal para quem quer aprender a Libras e alcançar a fluência fiquem de olho no meu Instagram Vamos lá aprender os sinais de hoje Muito obrigado pela atenção!!! Até o próximo vídeo!!!

Compiti Matematica finanziaria Prof. Andria Economia e Amministrazione Aziendale Palermo

Oi, se você está procurando a lição de casa "Matemática Financeira" do professor e exercícios Andria e estudos "Economia e Administração de Empresas" l-18, em Palermo, na Universidade de estudos em Palermo, Faculdade de Economia, assista este vídeo cuidadosamente porque eu sou para mostrar-lhe como baixar trabalhos de casa e exercícios de matemática financeira gratuitos do professor Andria, as tarefas dos anos anteriores O que você vê é a tela estamos dentro do portal Appunticondivisi

com, que é o primeiro portal na Itália que permite partilha de material educativo, notas, resumos, questões do exame, inscrições áudio das lições, sbobinature realizado por estudantes específicos para universidades, faculdade e curso de estudos Então você só tem que se inscrever clicando no link abaixo, o cadastro é grátis Ao se cadastrar gratuitamente, você acessará este portal clicando no botão "pesquisar" arquivo ", você vai pousar nesta página aqui, basta digitar os dados, então" University dos estudos de Palermo "," Faculdade de Economia "," Economia e administração de empresas l-18 "," Matemática financeiro – Andria ", tarefas e exercícios, clicando no botão" pesquisar "o que você vai conseguir esses arquivos estarão aqui Primeiro, "simulações de exames e exercícios realizados, parte 1, afferenti a todas as lições do curso, corrigidas em sala de aula, texto e solução ", importante, baixado 5 vezes Depois, há o mesmo arquivo, mas parte 2, todas as lições corretas em sala de aula, textos, mais soluções Por isso, é essencial fazer o download desses arquivos para superar o assunto

Em seguida, encontramos abaixo uma série de vídeos de análise aprofundada da Matemática Financeira, eles são gratuitos, você pode assisti-los sempre que quiser Recomendo, cadastre-se clicando no link que você encontra abaixo, Appunticondivisicom Se este vídeo foi útil e você é clique em "curtir", compartilhe, se tiver alguma dúvida ou pergunta, deixe um comentário aqui abaixo Até o próximo vídeo, boa sorte para o seu exame

O maior ERRO que os HISPANO HABLANTES cometem ao falarem português.

Oi pessoal, tudo bem? bom dia, boa tarde, boa noite! Como é que vocês estão? Espero que todos estejam bem O vídeo de hoje é especial para quem é falante de espanhol pois eu tenho percebido que mesmo os alunos avançados ainda cometem esse erro de português Vocês sabem que eu dou aulas para diferentes nacionalidades, mas dentre elas hispanoblantes também

E sempre tenho notado um errinho muito comum entre todos eles que eles nem percebem, nem percebem que estão fazendo Mas vamos corrigir isso porque eu acho que durante todo o período de aprendizagem eles não aprenderam, ninguém corrigiu, mas é importante, tá bom, porque é diferente do português E eu sei que vocês buscam a perfeição que vocês querem falar exatamente como a gente, então vou corrigir pra vocês Eu já fiz outros vídeos, vou deixar aqui alguns links para vocês, especial para hispanohablantes Que tem assuntos diversos de erros ou dicas justamente pra quem é falante do espanhol que tem essas mesmas dificuldades

Então, o problema está o uso dos pronomes NO e NA quando se refere a tempo Como assim? Bem vamos começar um pouquinho de gramática, retomar um pouquinho da gramática "Ah professora não gosto de gramática" A gramática às vezes é necessária, às vezes nós precisamos dela pra ter estrutura, para conhecer a estrutura da língua, ter um bom alicerce e aí fazer um conhecimento forte Então, o NO e o NA em português é o que ? É a junção do EM + O EM + A só que às vezes nós utilizamos isso de maneira que não faz muito sentido

E principalmente para línguas tão próximas como português ou espanhol às vezes não dá para entender porque que é diferente Então vamos para o primeiro exemplo Isso é em espanhol OK Como que fica isso em português? Em português nós vamos dizer: Perceberam? Agora o segundo exemplo

Viram a diferença? Então é necessário quando nós estamos nos referindo a dias da semana, fins-de-semana, semana com esse NO ou NA que é diferente do espanhol Quer ver um terceiro exemplo? Deu pra ver a diferença? É, isso é português Mas tem que prestar atenção porque então a gente sempre vai usar esse NO ou NA Mais um exemplo pra finalizar Então vocês vêem que não dá para somente traduzir do espanhol para o português que nem sempre funciona igual

Não tem alguns detalhes que são diferentes Então, vamos retomar Acontecimentos, coisas que acontecem num período, num certo período, nós vamos utilizar NO e NA Então, 'na semana passada", "no fim de semana", " no dia 20", " no dia 15", " no domingo", " na segunda" Mas, às vezes, nós utilizamos somente com o artigo O ou A

Quando que é esse caso? Agora complicou porque às vezes nós usamos Por exemplo, eu digo assim Então, pegando esses exemplos o que é que dá pra concluir com isso tudo? Quando usamos com o verbo SER, então nós vamos utilizar os artigos O ou A Perceberam então a diferença? Então, quando nós produzimos alguma ação então quando tem uma ação eu vou usar NO ou NA Quando eles é que estão sofrendo uma ação ou enfim eles estão carregando este verbo SER, aí é o O ou A que nós vamos utilizar Bem gente, eu espero que essa dica ajude vocês, se vocês gostaram deem um "like"para mim, compartilhem o vídeo para que todos possam saber disso também e se vocês querem mais ajuda, não deixem de clicar no link aqui abaixo do vídeo

PARÓDIA ENCAIXA | CASTRO BROTHERS | A FÓRMULA ENCAIXA | AULÃO RELASHOW ENEM 2018

É Castro Brothers e Descomplica É Descomplica e Castro Brothers Vem ver Geometria espacial é o conteúdo Do prisma à esfera, vou falar o volume de tudo Na esfera é 4 pi r ao cubo sobre três E o volume do prisma eu já vou dizer Ele é A área da base vezes a altura em todo mundo! Se liga na fórmula quando o objeto é pontudo É a área da base vezes a altura sobre três Eu vou repetir pra você entender Ela encaixa Se for um cone a fórmula Encaixa Se for pirâmide a fórmula Encaixa Quando tem bico Aí pode usar Perfeitamente Ela encaixa Vem ver Geometria espacial é o conteúdo 6 l ao quadrado é a área total do cubo A área do cone é pi r vezes r mais g g é a geratriz, não vai esquecer Lembre (lembre, lembre) 1 litro é 1 decímetro cúbico em todo o mundo E olha o volume quando o objeto é pontudo É a área da base vezes a altura sobre três Eu vou repetir pra você entender Ela encaixa Se for um cone a fórmula Encaixa Se for pirâmide a fórmula Encaixa Quando tem bico Aí pode usar Perfeitamente Ela encaixa Se for um cone a fórmula Encaixa Se for pirâmide a fórmula Encaixa Quando tem bico Aí pode usar Perfeitamente Ela encaixa Isso é geometria, fio É pra garantir o gabarito Perfeitamente Ela encaixa

AMPLIFICA por Emicida – Preconceito linguístico no dia a dia

"Esse preconceito linguístico, ele é muito presente no nosso dia a dia" ♪ [Música] ♪ Um idioma… Ele também traz junto uma visão de mundo

As vezes a tradução até amaldiçoa, no sentido original, porque ela minimiza aquilo para caber dentro da perspectiva de alguém que não vive dentro daquele contexto, saca? Então, o peso de uma saudade, o que a palavra saudade significa para quem fala português, está à anos luz do que um "i miss you" Significa muito mais do que isso, mas isso precisa ser diminuído pra caber dentro da lógica dessas pessoas que vêem de fora ♪ [Música] ♪ O português do Brasil, na verdade eu nem gosto de chamar ele de português, porque eu acho que A gente fala brasileiro A gente não fala igual à Portugal, é um idioma parecido, mas é outro Recebemos imigrantes aqui De tantos lugares do mundo, diferente, que cada um trouxe um pouco de si, colaborou com isso aqui, é uma expectativa meio óbvia, que surja uma maneira nova de se falar no Brasil O português de Portugal tem uma santidade, é meio sacro a sílaba tônica Ela é no lugar correto E no Brasil, se eu quiser que tenha cinco sílabas tônicas na palavra, que se f***, eu que estou falando Se a gente falar: "Ma-ra-vi-lho-so", todas as sílabas são fortíssimas

♪ [Música] ♪ A língua foi se moldando às necessidades e às culturas que estavam presentes em cada uma das regiões do Brasil E quando você vai falar da periferia, a necessidade de se comunicar rápido, a norma culta às vezes é mais lenta, tem muitas pessoas que não tem um diploma, mas tem uma vivência e aquela vivência ali é tão ou mais importante do que várias coisas que a Academia trouxe para o mundo E que se você teve a oportunidade de adquirir um conhecimento… Você tem a obrigação de compartilhar ele E fazer isso de uma forma afetuosa, não arrogante Existem níveis de escolaridade, existem níveis de letramento, existem níveis econômicos mesmo, de acesso à escolaridade, sacou? E se eu desconsiderar isso em um país como o Brasil, eu vou estar sendo muito canalha, a sociedade no Brasil tem o hábito de ser muito canalha

Se uma pessoa fala "mesmo" ou fala "memo", a partir do ponto que a intenção é você entender, se você entendeu a ponto de entrar naquela história, a missão foi cumprida, se você pontua aquilo para marcar que aquela pessoa não obedece a norma culta da maneira tradicional, talvez tenha um problema em você, não em quem está falando ♪ [Música] ♪

DIEZ LIBROS para introducirse en el mundo de las matemáticas

Olá amigos dos companheiros Muitas vezes você me pediu para recomendar livros para você apresentá-lo ao mundo da matemática

Eu não sei quem te coloca na cabeça que matemática Eles são legais, mas o fato é que aqui eu tenho uma caixa com o meu top essencial Nós vamos com eles Vou tirar alguns livros da minha caixa para entrar no mundo da matemática Desde cedo Claro, nesta caixa poderia haver outros livros Há muitos, felizmente, mas eu selecionei alguns que A) eu li

B) Eu acho eles bons, interessantes divertido ou adequado Vou colocá-los em ordem Ou seja, vamos começar a partir daqueles que exigem menos treinamento matemática para o mais complicado para que você possa construir o seu próprio caminho Eles são livros de divulgação não técnicos, ou seja, não há livros didáticos ou coisas assim Talvez outro dia possamos conversar sobre isso

Nós começamos Vamos primeiro com os livros mais básicos que você pode ler sem ter sem treinamento matemático prévio Se você tem, pode haver partes que são demais para você básico e outros que você pode aproveitar mais, mas que são acessíveis a todos que são estes daqui Eu começo com "The Man Who Calculated", de Malba Tahan É uma maravilha do livro na qual, da história de Beremis, um matemático nômade Eles estão contando muitos problemas e você pode ver como esse homem usa a matemática para seguir em frente Uma delícia, além de eu ter esse edição com belos desenhos

Para começar do zero também "Inteligência Matemática" isto eu escrevi Eu com estas pequenas mãos que vão comer a terra Porque todos nós temos um matemático, quer queiramos ou não Ainda estamos lutando com ele, mas este livro irá ajudá-lo a se reconciliar com ele Para saber como pensamos os matemáticos e sair para uma caminhada para muitas situações na companhia do seu matemático do interior

Eu amo esse aqui "O Livro da Matemática" por Cliff Pickover É um livro muito bom, muito bem editado, no qual cada página tem um conceito matemático e uma ilustração de acordo com esse conceito Há muitos, também vai em ordem cronológica É um livro lindo Eu amo este livro e é muito, muito Eu recomendo o livro de matemática Pickover e o último que eu vou te dar destes destes livros simples são "Cartas a um jovem matemático" por Ian Stewart e neste livro O que Stewart faz é, na forma de cartas para uma garota que quer ser uma matemática, ela diz a ele que o mundo as matemáticas

Como está o mundo dos matemáticos? É muito agradável e é muito bom e eu recomendo também entender o que os matemáticos fazem e então eu vou propor livros que com mil histórias, dados, problemas estão levando você ao gosto pela matemática Para começar Eu vou com os de Marcus du Sautoy Marcus du Sautoy é um dos grandes escritores da divulgação matemática Este livro é maravilhoso, "Simetria" e está explicando a história do conceito de simetria É mais avançado que livros anteriores mas também muito bom de ler

Também do Marcos du Sautoy eu te mostro "Os mistérios dos números" É outra que você pode fazer deste mesmo autor de que falarei um pouco mais tarde também Vamos com este livro de Ian Stewart "Números incríveis" Ian Stewart tem muitos livros, por exemplo, este é o último que eu tenho "Números incrível "em que ele está contando fatos curiosos, histórias matemáticas, um bom livro", números incríveis

"Martin Gardner Martin Gardner é maravilhoso qualquer livro de Martin Gardner que é um homem que se dedicou muito à matemática recreativa Jogos matemáticos são livros muito divertidos e muito muito inteligentes Martin Gardner foi certamente um verdadeiro gênio Outro livro com o qual você pode desfrutar de muita matemática é "O prazer do X" "A alegria de x" por Steven Strogatz Strogatz é um grande matemático e também é um ótimo popularizador é também uma coleção de dados de coisas curiosas, de problemas que o convidam a pensar e convidá-lo a conhecer o mundo da matemática É um livro lindo "O prazer do X" e também temos os livros de Adrián Paenza Adrián Paenza é provavelmente o popularizador matemático mais conhecido na América

Ele é argentino Ele sempre pensa com seus livros Escolha os problemas muito bem Ele conta coisas muito curiosas, muito perto da experiência cotidiana e seus livros certamente nunca decepcionam Um livro de Adrián Paenza você tem que ter

E finalmente neste bloco nós estamos indo com uma viagem para as ideias "Uma viagem com 33 histórias surpreendentes de matemática", de Andrés Navas, matemático Chileno e este livro não é apenas muito bem editado, mas muito bem escrito É também uma coleção de problemas, de idéias, de situações matemáticas com coisas de bolas de futebol a até o problema problema com as cônicas, o problema das quatro cores, sim que o livro de Andrés Navas é um bom livro Muito recomendável para ler e agora temos livros mais avançados para pessoas que já sabem mais matemática ou que você tenha percorrido esse caminho com os livros anteriores Eu vou apresentar dois

Eu vou te apresentar um de Marcus du Satoy novamente chamou "A música de números primos" "A música dos números primos" conta a história que nos leva provavelmente ao mais famoso problema atual que é a hipótese de Riemman e este livro é muito interessante, muito bom e você precisa de um pouco mais de nível É um pouco mais complicado que os anteriores e finalmente "Love and Mathematics", de Edward Frenkel Edward Frenkel é um matemático russo que está dentro de um dos Projetos de unificação maiores de matemática que existem é o programa de Langlands que recebeu o prêmio Abel "Amor e matemática" explica o programa Langlands

Explique a matemática que existe e a matemática de nível razoavelmente bom É feito de forma narrativa Tente trazê-lo para todos, mas a matemática aqui é mais complicada Isso não é para começar do zero, mas muito bom e bom eu vou terminar passando alguns livros, biografias Sobre Alan Turing, esta é uma biografia de Alan Turing, um dos meus heróis Biografias matemáticas você pode desfrutar de muitos

Aqui você tem um Copeland muito bom A biografia de Alan Turing Isto é um pouco mais estranho é uma revista em quadrinhos, "Logicómix" sobre a vida de Bertrand Russell e outros dos grandes lógico do primeiro terço do século XX Está escrito por Apostolos Doxiadis quem escreveu "Tio Petros e a Conjectura de Goldbach" outro livro que eu recomendo E finalmente você pode ler livros de ficção onde eles aparecem a matemática na trama ou nos personagens que você vai poder curtir muito

Por exemplo "A fórmula favorita do professor" de Yokogawa Japonês "The Turing Enigma", de David Lagercrantz, que é uma história de detetive e muitos outros "O Teorema do Papagaio" de Denis Guedj "Incêndios" por Wadji Mouawad Aproveite para ler e aproveitar todos esses livros E sim, há muitos outros que não estão aqui Porque eu não fiz todos entrar no caixa, porque eu não os li ou o que quer que seja

Então é claro faça suas recomendações nos comentários Diga-me bons livros de matemática, por favor Até o próximo vídeo

Português Língua Adicional para Grupos Minoritarizados: motivações e crenças.

Olá, pessoal, tudo bem? Meu nome é Marina e, assim como vocês, eu também sou professora! Bom, se você está assistindo essa videoaula eu posso imaginar que de alguma maneira você tem ou já tenha tido contato com o Ensino de Português como uma Língua Adicional ou, mais ainda, com o Ensino de Português como uma Língua Adicional para grupos minoritarizados

Bom, mas agora você deve tá se perguntando qual que é a relação entre os temas das motivações e das crenças com relação a esse tipo de ensino E aí eu queria te perguntar exatamente, qual que é a sua motivação para poder assistir esse vídeo e quais são as suas crenças a respeito desse tipo de ensino e qual seria a possível influência dessas motivações e dessas crenças no que você planeja, no que você faz na sua prática de docente durante as aulas Quando a gente fala de motivação, numa pesquisa simples, a gente acaba sempre encontrando o conceito daquilo que desloca uma pessoa, que leva uma pessoa a agir de uma determinada maneira Então, a gente pode colocar a motivação a partir de dois pontos de vista, de dois pontos de vistas principais, a motivação pessoal: quando eu ajo através de alguma identificação que eu tenho particular com alguma coisa ou uma motivação social, que parte de uma demanda que eu tenho socialmente colocada e a partir da qual eu vou agir Então, quando a gente fala de motivação pessoal, a gente tá falando de uma pessoa que aprende um outro idioma, porque ela se identifica com a cultura, com a maneira de agir de pessoas de outras nacionalidades, de outros países

Já quando a gente fala de motivação social, a gente pode falar de uma pessoa que quer aprender a falar uma outra língua para melhorar o seu currículo, a sua prática profissional para poder ter uma posição social mas favorável e aí, depois disso, a gente chega ao tema das crenças Quando eu falo de crenças, eu falo sobre a maneira com a qual uma pessoa enxerga, percebe o mundo e partir disso, muitas vezes, é que essa pessoa vai agir Então, se eu tenho uma determinada crença, eu vou agir de uma determinada maneira Se eu acredito que ensinar os meus alunos através de gêneros, vai ser algo que vai fazer com que eles se comuniquem melhor, provavelmente, é a partir disso que eu vou trabalhar nas aulas de português com os meus alunos Então pensando no tema das crenças e das motivações, a minha intenção aqui é propor duas ideias de atividades que são adaptáveis e que vão depender da experiência que os seus alunos têm com a Língua Portuguesa e também do contexto de ensino no qual você se encontra para que você possa, justamente, entendendo melhor sobre o que eles acreditam a respeito do português e as motivações que eles têm para aprender essa língua, criar situações nesse sentido para que o seu planejamento de aula, consequentemente a sua prática seja ainda mais rica do que ela já é

Então, quando a gente fala de uma atividade com motivação, a gente pode pensar num aquecimento, essas atividades podem funcionar até junto, de repente numa sequência didática, posso colocar, por exemplo, as próprias motivações do docente de uma maneira bem simples – lá no quadro ou projetor, elencando as motivações que essa própria pessoa tem para aprender o português, eu coloco lá: trabalho, escola, supermercado, situações em que a língua portuguesa vai ser exigida para que você consiga chegar a uma determinada finalidade Então, a gente pede para que esses alunos façam a mesma coisa e, muito provavelmente, vão aparecer coisas além das que a gente está esperando Com relação às crenças, seria interessante que a gente pudesse colocar de uma maneira simples, mais uma vez, pensando no tipo de experiência que esses alunos têm a Língua Portuguesa e até mesmo a própria experiência de vida deles Escreve, por exemplo, lá no quadro: Língua Portuguesa, coloca uma imagem de um sorriso, com um coração e demonstra que é assim que você se sente, é o que você acredita a respeito da Língua Portuguesa Você pode mostrar outras imagens, também, imagens que não tenham uma relação tão direta com um campo lexical positivo, claro, tudo dentro de um equilíbrio, mas que essas crianças vão poder usar para se fomentarem a ponto de elas mesmas criarem exemplos que descrevam a maneira com a qual elas se sentem a respeito do português

Então, você fornece lá algumas folhas, lápis de cor, pede para que eles usem os próprios materiais que eles têm e que eles criem, mostre para eles que eles vão criar a maneira com a qual eles veem, já sabendo a maneira pela qual você vê Essas atividades podem parecer um pouco simples, mas quando a gente pensa que as crianças são extremamente sinceras e criativas, também e que, além disso, esse tipo de atividade com desenho é uma coisa amplamente utilizada no meio da Psicologia, a gente vai poder obter através desses desenhos, informações que, provavelmente, vão além dos estereótipos que a gente pode ter de que ou elas não gostam nada ou que elas estão ali por obrigação e a partir disso, sabendo, tanto das motivações, dos lugares de fala desses meninos, as necessidades que eles têm de usar o português como uma ferramenta em situações comunicativas, a gente vai saber a maneira com a qual eles enxergam essa língua, também Talvez como uma língua difícil, talvez como uma língua que é acessível, mas ainda não é uma língua da amizade, não é uma língua com a qual eles se sentem mais confortáveis e aí gente vai poder pensar os nossos planos de aula no sentido a criar situações nas quais eles possam exercer um uso da língua portuguesa de moda a alcançar, tanto esse lugar de fala, o espaço do supermercado, o espaço de escola, qualquer outro lugar para interação social, seja com jogos ou com leitura, portanto, perceber que a língua portuguesa, ela está ao alcance e que a gente faz o que pode para que eles aprendam e tenham essas ferramentas da melhor maneira possível para exercerem a sua cidadania, que, muitas vezes, tem sido cerceada deles de alguma maneira Então antes de finalizar, eu só queria colocar que a proposta dessa videoaula é realmente de uma interação e não somente de uma exposição

Eu vou deixar meus contatos aqui, meu e-mail, minhas redes sociais e eu gostaria que vocês falassem comigo sobre as experiências que vocês têm tido, que vocês já tiveram, sobre os planos de aula que vocês tem preparado, sobre o que tem sido a prática de vocês e coloquem reflexões, perguntas para que a gente discuta e possa colaborar da melhor maneira com essa área que tem crescido tanto e que precisa, também de atenção Para finalizar, eu queria agradecer a todos vocês pela atenção e dizer que são professores como vocês que continuam na busca de novos conhecimentos, novas informações, de atualização continua que me inspiram a querer aprender cada vez mais Vou deixar algumas referências para que a gente possa fazer outras leituras, pensar em outras coisas com relação colocada Muito obrigada! Um abraço!